terça-feira, 11 de novembro de 2008

Detalhes que fazem a diferença.....

*TÓPICO ELABORADO INICIALMENTE PARA A COMUNIDADE SAINT SEIYA FOR ETERNITY! LINK DA COMUNIDADE:http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=32724900






Uma abordagem diferente pode render um assunto bem interessante para CDZ. Vamos lá? Antes uma rápida explanação!Um papo furado das antigas é esse conceito de raça pura...Ai ai ai!!!O que existe na realidade são diversas etnias que compõe grupamento humanos que a nossos olhos parecem ser a mesma coisa: Brancos,Negros e Indígenas,na realidade se subdividem em diversas etnias e subetnias dos ramos africanos,europeus,indígenas e por aí vai.... E mesmo nestas etnias,os indivíduos são muito diferentes entre si,em termos genéticos,mas ao mesmo tempo todos nós somos semelhantes genéticamente entre nós e mais ainda a um ancestral em comum que viveu lá pelas bandas da África.Nossa é um assunto que dá um nó na cabeça da gente,nem parece ter razão de ser!!! Mas tem!!!As características físicas do ser humano são um verdadeiro mosaico,uma mistureba necessária,pois permite que nossa espécie não vá se extinguir por conta de anomalias ou aquela estória de se tornar obsoleta no meio ambiente em que vive e por isso venha a ser “substituída”por outra melhor equipada,se é que vocês me entendem!Pois bem,quando um grupamento humano nos parece ter a primeira vista muitas características físicas em comum será chamado de "POVO".E essas características estão intimamente ligadas a fatores ambientais e genéticos,pois como eu disse tem aquela velha estória da seleção natural,os mais aptos sobrevivem,lógico.Mas quem dera fossem só esses fatores que pré-determinassem a nossa fisionomia....Também tem aquela velha estória de quem invadiu, e quem sumiu sem deixar rastros,nessa brincadeira toda de dominação dessa criatura torpe que é o ser humano...Chegamos aonde eu queria!!! Sumiu?!!!Rastros!!! Qualquer coisa pode servir como prova e daí pode-se reconstituir épocas,acontecimentos,vidas!Agora podemos falar sobre Queen de Alraune!!!


Queen de Alraune é do tipo de personagem complexo perfeito para essa brincadeirinha investigativa que na área profissional atende pelo nome de Antropologia Forense,e que tem uma aplicabilidade enorme,desde a solução de um crime,aparentemente perfeito,até mesmo a reconstituição de um período histórico importante,além de servir como estudo comparativo....Certo dia,estava eu nesssas minhas andanças internéticas,pesquisando algo que fosse interessante,que rendesse um tópico e muita discussão,para CDZ,obviamente,quando me deparo com m desses fóruns de discussão e o assunto era justamente esse personagem,sobre o qual,eu sempre tive curiosidade.Lá,óbvio,o pessoal estava num pega para capar,tentando definir qual seria o gênero sexual dessa cria de Kurumada,portanto mesmo achando que se chegou algum dia a um consenso,é claro que não se chegou a nenhum,porque cada qual puxa a sardinha para o seu lado. Tem quem diga que é mulher,porque no mangá,é mulher.Tem quem diga que é homem,porque quem tem um fake no orkut ou seja lá qual for o sistema,é homem.Dá para ver que essa situação ajuda que é uma beleza,para não dizer o contrário.É por isso que resolvi apelar para a Antropologia Forense,afim de dar uma mãozinha nesta questão,mas é claro que como se trata da Titia aqui,esfomeada que é,vou procurar aumentar o campo de atuação,ou seja,a minha Antropologia milimétrica vai se valer de toda e qualquer brecha,que possa ser convertida em prova,o que é muitíssimo válido!!!Mas e aí? Devo tentar provar que,Alraune,é homem ou mulher?Advertência: Podem até ter chegado a um consenso,mas aqui,não! É algo necessário para que eu aplique minha teoria capiscce?Já decidi: Vou tentar provar que é mulher.....porque eu sou mulher!!! Mãos à obra!!!!



Para começar, o nome!! Alrun vem a ser lá no Alto Alemão Antigo,nome próprio de mulher.Tá bom,esse pessoal dos estrangeiros não liga muito para artigos ou concordâncias,né?Um exemplo disso é o nome que serve tanto para a filha da Xuxa quanto para um parrudão de 2 metros! Mas não entremos nessas questões analíticas,se existem raízes neutras e coisa e tal,que servem para os dois lados e assim não seria tão estranho... O certo é que esse radical "Alrun" corresponde a um nome próprio feminino e este aliás,tem um significado para lá de curioso,propício para a mente fértil do nosso japaronga favorito: Adal significa -nobre, de um espírito nobre e Run,significa- mistério, magia....Primeiro ponto a favor do gênero feminino!!!Mas aí tem quem argumente,que Kurumada mudou o sexo da cria para despistá-la de suas origens inspiradoras.É poderia até ser,mas pelo estilo do espectro,eu acho pouco provável...O pessoal pode até falar de sua aparência ambígua,ora anjelical,ora extremamente masculina,nos trejeitos,voz e até na armadura....Afinal não tem seios,muito menos dá-se a entender que quem enverga os tem!!!E a altura? Teria mais do que 1,70,algo assim um tanto exagerado para uma amazona....Aliás num desses debates a que eu me referi meio que rola uma comparação entre a altura de Alraune e o das amazonas,guerreiras,deusas e ademais minorias ou castas femininas de CDZ,nada que ultrapasse o 1,65.....Hum...E ainda há uma menção à altura dos membros da ala masculina,todos uns "bambus"co m mais de 1,70,com excessão de Seiya,Shun,Jabu e algum outro anão que ninguém consegue ver ou que já foi esmagado e não conta....Sim,são argumentos fortes de uma aparente macheza,mas como nem tudo parecer ser o que é,continuemos!
Como eu havia dito,cada povo tem um detalhezinho técnico que o diferencia de outros povos,no tocante à sua conformação física.Entre os estudiosos que comparam essas características rolam uns nomes estranhos do cacife de uma "leptorrinia ascendente"entre outros nomes bonitinhos que se dá para examinar por exemplo uma disposição de ossos faciais que determinado só povo tem.É claro que não vamos perder tempo achando nomes para a conformação dos personagens,o que até seria muito legal,mas aposto que para a maioria dos leitores não. Basta saber que os dados antropométricos dos cavaleiros foram comparados como eu mesma disse,como forma para validar a teoria de que Queen seria macho.A análise levou em conta apenas a questão do gênero,masculino ou feminino,mas esqueceu-se da questão genética. Cada povo tem algo que o identifique,mesmo que a variação entre seus indivíduos seja grande,o que interessa é a média.Por exemplo,a média para o povo japonês,ao qual pertencem,Seiya,Shun e Jabu,é uma conformação física,dita pequena,eles são de estatura pequena e membros curtos,no caso das mulheres,o tronco é bastante longo em relação ao restante dos membros.Portanto,esses três que mencionei,estão no padrão do povo do qual se originaram,mas isso não invalida o fato de que hajam japoneses altos,por exemplo.Isso só tem a dizer,que lá nos primórdios,uma tribo fez a diferença e conseguiu repassar mais genes,e esses com tornaram-se característica dominante,enquanto que outros são recessivos.Que eu me lembre,os cavaleiros vêm das mais diversas regiões do mundo e eu nem tenho como verificar isso agora,porque senão esse tópico não termina nunca!!Quanto às mulheres,ainda nessa questão de povo,temos japonesas e uma,Shina,que pertence àquela área do mediterrâneo,quase que colada com a Grécia,ela é italiana.O povo dali,costuma estar compreendido numa conformação que vai do mediano à alta estatura,portanto a Shina,até que é baixinha para o padrão do seu povo.


Saori e Marin estão na média das japonesas,podem até ser consideradas gigantes,pois tem mais de 1,50! Quanto às outras meninas de CDZ todas estão na média,também.Agora vamos falar da altura de Queen,esta que também está na média,digo até que é um pouco "baixinha"....Edinanci Silva -ops-Queen com certeza é descendente da tribo dos Teutões,um povo de épocas antigas,quando o deus que protegia as paragens era o Seu Teutatés"Pai da tribo"-antes mesmo de ser Odin o deus a proteger os povos nórdicos-extremamente bélico,tanto homens quanto mulheres,guerreavam sanguináriamente e por isso digo que passaram eficientemente seus gens através dos tempos,e deram origem a um povo extremamente alto,corpulento e pálido feito papel ofício.....Eram altos,atingiam facilmente os 1,90,corpulentos e uns detalhe que Queen possui:Não se pode destinguir homem de mulher,pois elas também além de serem tão corpulentas como eles,a ponto de seus seios não se destacarem-isso se chama fator de condicionação ao meio ambiente,pois devido ao ambiente hostil em que viviam e pelo estilo igualmente violento de vida que levavam,elas não podiam possuir algo que atrapalhasse,os seios que algumas amazonas da antiguidade supostamente arrancavam para melhor manusear o arco,nelas já era pouco desenvolvido,dando espaço para músculos superpotentes....Eles guerreavam muitas vezes nus em pêlo,mas se ocorria de ter algum tipo de proteção,como em épocas prósperas e fartas,ambos a utilizavam,não havia diferença no aspecto de envergar uma armadura...E a voz das moçoilas? Bem grossas quase como as masculinas,juntamente com aspectos como o ambiente,frio bagacete o que dá uma encurtada nas cordas vocais,o que significa que a voz fica mais grossa devido a essas calosidades e a própria lingua alemã,denominada "gutural"porque pode ser de tudo,menos melodiosa!!!!!









Edinanci Silva-ops-Queen,que está na média do povo alemão e tem todas essas características do povo antepassado,tanto os físicos como os bélicos e sobrenaturais,acho que Kuru andou folheando uns livros daqueles do tipo "Enigma das Eras" ou " A Epopeía da Humanidade"para criar esse espectro de Hades,acho que ele procurou dar uma roupagem primitiva a ela sim,essa coisa de mulher guerrear entre homens,não isolada,numa categoria à parte,mas sim,guerreando elas mesmo considerada como um homem,já que era um fenômeno social daquela etnia,tanto que a luta estava presente em todo o ciclo da existencia,desde o nascimento até a morte.Inclusive,uma mulher só se entregava àquele que seria o seu parceiro sexual,seu marido ou algo semelhante,somente apenas sob a ponta de uma lança,após guerrear com o sujeito,só aí,eles podiam se diferenciar,porque de resto,tudo igual...Daí por isso a galera não chega a um consenso sobre a sexualidade da dita cuja,o que a torna um personagem muito bem elaborado.Olhando por esse lado eu quase que infarto ante a sagacidade do Titio Kuruzão!Cheguei ao final,essas são as minhas ponderações a favor do gênero feminino,espero que gostem!!
Síntese do tópico: Basicamente se descobre tudo com uma análise que envolva antropologia forense,que leva muito em consideração a conformação física da pessoa [morta ou viva],principalmente a conformação óssea, para indicar com precisão todo o seu histórico genético e social.É uma especialidade multidisciplinar que envolve diversos ramos do conhecimento humano,notadamente as ciências sociais e do homem em conjunto com as ciências biológicas.Portanto observando todas essas características de Queen de Mandrágora,dá para associa-las a ancestrais em comum,o que em parte explica muito sobre toda a alegoria que ela representa em CDZ,vide o fato de eu precisar fazer outro tópico para abordar todo o componente fantástico que envolve a Mandrágora,cujas lendas provém justamente dos povos nórdicos.E justamente eles tinham essa conformação social a que aludi,uma conformação de energia extrema polaridade yang,masculina,o que eplica esse não esclarecimento da identidade sexual da personagem,e empresta meio que uma tônica visceral,por ser algo tão antigo,que a meu ver torna o personagem extremamente tenebroso,além do fato de ele já pertencer ao séquito de Hades,saber todo um conjunto de evidências que se ligam para o compor,me dão essa sensação e acredito que em vocês também,assim que comecem a reparar nessas provas.
O que a faz mulher [Queen de Alraune]é a questão genética e a cultural.Genética por que a vejo como a Edinanci Silva....Alguém acredita que aquilo ali é mulher? Parece ser tudo do conttra,mas no final,uma análise genética constatou que é fêmea! Cultural por causa da correlação que fiz com a cultura do povo antepassado,no qual a genética,permanece em Queen....A principal pista é ela ser alemã,e o fato de envergar uma armadura,que é inspirada diretamente em lendas alemãs dos povos antigos que perduraram eras à fio,e pela ambiguïdade que ela provoca ao ser observada,que também tem ligação direta com esse povo que citei.Foi sofrível para mim,pegar um assunto tão extenso e reduzilo a mkenos de 10 posts lotados...Por isso causa a impressão de ser confuso e o que Shiryu reparou: "Andou,andou",é o fio condutor,toda conclusão leva ao ponto inicial,ou principal.Que bom que gostaram amigos!!!Não penso em Queen quando a observo,mas sim na Edinanci Silva com aqueles olhos sinistros...Não deixa de ser uma comparação hilária!!!
























Postar um comentário