quinta-feira, 30 de abril de 2009

Shina e o Conflito Mental


TÓPICO ELABORADO INICIALMENTE PARA A COMUNIDADE SAINT SEIYA FOR ETERNITY!







Pessoal,vocês sabiam que o tema era um assunto instigante,de acordo com os Gregos antigos?

Pois é,entre banquetes,jogos e sessões de surubadas peludas,eles passavam horas e horas discutindo,sobre esse tema,tão cabeludo,que envolve valores pessoais,por isso mesmo individuais e desconcertantes, o que para a época era polêmico.

Mas quem disse que na nossa época não continua a ser?

Pretendo que abordemos o tema proposto,me servindo de uma personagem não menos complexa:Shina!

Rememorando a trajetória de Shina,aquela moça muito braba que de tudo fazia para mostrar que tinha garra,de repente,viu o seu mundo ser abalado por uma figura atrevida,Seiya,na época um Baby Encosto,que fugido dos treinamentos da metódica Marin,foi parar por aquelas bandas e acabou vendo o que não deveria ver,por que na sua vã inocência de encosto,seu espírito de teimosia,compaixão e deboche o fez ajudá-la quando o certo seria sair correndo,"sebo nas canelas" mesmo.

Foi ali,naquele instante que o inferno pessoal de Shina,principiou-se.

Ela bem que tentou mas nunca conseguiu matá-lo.

Aí todo mundo já sabe,né:Ela se tornou a versão CDZística da mosca de padaria: Não mata nem sai de cima! Daí,se procurarmos muito bem na internet...Todo mundo já viu.O clichê reina em perfis auto-explicativos de personagens,sejam eles das produções que forem.

A nossa produção é CDZ e a nossa personagem alvo é a amazona de Cobra [ Serpentário,na realidade].

Esses perfis contém a fatídica seção do "QUEM SOU EU"e é claro que todo mundo já sabe,todo mundo já leu,que no perfil de Shina,o mote que a define,é o seguinte: "Amar ou Matar,esse é o meu eterno dilema.."

Bem,mas e daí? O que isto significa além dos fatos ocorridos no próprio anime?

Se alguém questiona,obtém uma resposta generalizante: Doc. Kuru,se inspirou na mitologia para criar as mulheres guerreiras,dando especial enfoque às"lendas lendárias" da deusa da claridade lunar,Ártemis.

Sim,sim,é uma explicação que satisfaz a curiosidade geral acerca da casta peculiar de guerreiras,FATO!

Mas isso é apenas superfície!!

A vontade de aprofundar as questões agradam e muito quem aprecia CDZ e fica filosofando por aí!Pois bem,Kuru não se faz de rogado e toca de o japa ocultar elementos para que os achemos!

E eu adoro achar elementos ocultos!! [Seria Kururu minha alma gêmea,ou estou delirando?]

Ele não criou uma personagem provocadora à toa,daquelas do tipo que figuram em posters de borracheiros e aborrecentes,em geral,embora figure mesmo para alegria dos pervos...[Olha lá hein,MPs!]

Iniciando a nossa análise filosófico-CDZística, o comportamento mosca de padaria da menina de cabelos verdes,deve-se a um conflito interno,que por sinal,muito irrita os pervos de plantão,que anseiam que um dia,Seiya venha a obter o instrumento nescessário para finalmente dar vazão aos seus sentimentos pela Saori de uma forma concreta,mas se vê ameaçado constantemente pela insistência ciumenta de nossa amiga ofídica!

Tá. Os conflitos são classificados de acordo com parâmetros,senão embola o meio de campo,concordam?

Então de acordo com a visão classificadora,existe o conflito mental e o conflito social.

Enquanto em um,a tônica é internalizadora, em outro a tônica é externalizadora,embora ambas sejam movidas pela mentalidade.

Aliás para se obter um conflito social,é necessário que em oposição estejam,pelo menos,duas pessoas,óbvio! Tudo começa assim,um diz uma coisa,outro diz outra,ninguém concorda com ninguém!O que nos é diferente causa temor,natural combater...

Melhor explanando,não é tão ruim assim,debater,refutar seu oponente,porque mesmo,tendo opiniões e preferências divergentes,sempre acontece de admirarmos o nosso oponente,seja por um ponto de vista bem colocado,seja por seus mecanismos de apreensão do mundo,FATO!


Agora,quando essa simples oposição vira confronto,isto é extrapola os limites da simples refutação,daí sim,estamos face a face com o conflito social! E não raro,esses embates são muito edificantes,para vocês terem como exemplo,nem só CDZ termina em derramamento de sangue...

E olha que a tônica de CDZ é de certa forma um conflito social,entre partes divergentes,cada qual se achando ter mais direito sobre o naco de sardinha!

Se no conflito social,indivíduos,encontram-se em pé de guerra,no conflito mental,o próprio indivíduo é seu seguidor e oponente.

E o pior: Conscientemente!

A mente da criatura está contra ela própria e consequentemente,torna-se o campo de batalha de opiniões e desejos opostos e tem a carnalidade a seu favor em ações dignas de louvor e repúdio,da sociedade,mas muito mais forte na infeliz criatura,pois essa não pode se refrear,apesar de ter o livre arbítrio,ela na realidade não domina as emoções só as alterna em constante luta interior,por isso o meio externo,pouca ou nenhuma diferença faz neste caso,permanece-se alheio a tudo.

Essa é certamente a explicação para o mau treinamento do pupilo de Shina, o gigante frágil,Cassius,pois se ela realmente estivesse determinada a transformar aquela pessoa inútil para o combate em um exímio guerreiro,elas conseguiria,pois tem estofa o suficiente para tal intento,não importando realmente,se o cara não nasceu para tal coisa,concordam?

E,finalizando, a escolha de Shina para representar o conflito mental,deve-se ao fato de ela ter uma personalidade extremista,ela pode ser eficiente e racional,porém as emoções a dominam fortemente. Esse dilema não funcionaria com as outras personagens femininas de CDZ,ou vocês admitiriam que a calculista,racional e distante Marin,se porta-se desse modo? Vale dizer,que por exemplo,June teve a mesma experiência que a Shina,Shun viu o seu rosto,mas a menina dos cabelos loiros nem se abalou,encarou na maior naturalidade.

Seus motivos para atacar o Shun eram outros... Só alguém que fosse capaz de levar tudo ao seu limite,passional,que leva tudo ao pé da letra,seria capaz de acalentar esse amor não-correspondido pela eternidade,sem a oportunidade de bônus,em nome do que o seu interior pulsa,do que ele precisa,conflitando-se com que lhe é exigido,a excessiva dedicação ao seu código de honra,só mesmo quem ultrapassa os limites do racional.

Shina possui esse atributo.

Minha singela contribuição!
 ^^ Tópico de minha autoria com começo,meio e fim,postado na SS4E!
Postar um comentário