sábado, 4 de dezembro de 2010

Quando os Hormônios se Degladiam!

                                  Estrogênio x Testosterona






A revoltada Claire empunha sua Claymore


Normalmente,quando nos deparamos com espadas,sangue e vísceras para todos os lados,com certeza vamos exclamar:  “Esse cara se garante na luta!”


E se,no mesmo instante você constatar que,quem empunha a espada e promove a carnificina não é um homem,mas sim,uma mulher,o que você dirá?

Não creio que és daquele tipo de gente despeitada que,por não poder fazer o mesmo,limita-se a associar o caso à famosa Teoria de Freud,aquela da inveja do pênis masculino! Não é bem assim em Claymore,acho que há sim,rivalidade entre gêneros e não propriamente inveja,uma vez que ambos os gêneros são fortes,e,a condição de um e de outro é de causar no mínimo pena ou humilhação.

Claire enfrentando Rigardo,o leão
O gênero feminino é onipresente neste anime. Aliás,eu achei uma frase,que convenhamos,pode muito bem exprimir essa tensão entre os sexos: “Os homens são ensinados a se desculparem por suas fraquezas. As mulheres,por sua força.” Sabia de tudo,Louis Whyre,hein!

O que é certo,é que num passado,talvez não tão distante assim,apenas homens eram recrutados para tornarem-se guerreiros,exatamente como as mulheres o são hoje,com todo aquele ritual preparatório,o que não custa nada relembrar,inclui o implante de matéria youma nos indivíduos.

Por algum motivo, a estranha organização deixou-os de lado e começou a dar preferência às mulheres como integrantes de suas equipes de lutadores de alto rendimento.Há um segredo por trás dessa preferência.

Easly,poderoso macho,ex-claymore
Sabia que a nossa cara organização tem eficientes leis “trabalhistas”? Visando controlar o proletariado e conquistar a “satisfação” geral e ainda obter um alto lucro, ela conta com a “Carta Negra”,que é digamos,um suicídio assistido imbuído de uma pseudo-umbridade,e também tem aquelas gostosas excursões com a galera,lá pra onde Judas plantou repolho,de onde ninguém volta para contar como é que foi a estadia...São ferramentas de restrição eficazes,sem mencionar a política da empresa para uma vida longa,baseada num bushido,ou código de honra,como queira,aliás se formos pensar,praticamente todas as religiões e seitas do globo terrestre também o pregam,essa filosofia do “caminho do meio” ou “ataraxia”,basta observar.Só sei que isso tudo “apenas” é lavagem cerebral.

Como podes notar,eles são muito cautelosos,qualquer vacilo,eles tratam de eliminar evidências para que nada chegue ao conhecimento da população humana.Quer saber porque eles são tão cheios de dedos assim? Os antigos guerreiros eram muito fortes e eficientes. O único porém,é que eles não conseguiam controlar a sua porção “bestial”. Quando entravam em uma luta ,rapidamente excitavam-se e tinham um prazer literalmente sexual em destroçar o inimigo e ficavam incontroláveis,daí,tornavam-se monstros. Essa é a razão para os Seres do Despertar mais antigos serem do sexo masculino. E são a escala inferior,mesmo com todo o seu poderio,existem outros piores do que eles;os antigos nº 1da organização,em sua maioria,machos.

As mulheres também podem se tornar bestas feras,mas a diferença é que elas tem o poder de ficar no controle,como é o caso de Claire e de suas amigas que usam conscientemente seus corpos “despertados” para ter vantagem na batalha e conseguem retornar à forma humana logo depois.Tal habilidade,acredito eu,consiste no fato de as mulheres terem as emoções desenvolvidas,apesar das constantes flutuações hormonais,causadoras de instabilidade emocional.

Os homens são como os lagartos,não tem um pingo de sentimentos,desculpe a descortesia,mas se tem um buraco,eles estão “entrando”.Seus cérebros são condicionados para a luta e para o sexo,e,para variar,essas duas opções sempre se confundem em razão do seu hormônio, a testosterona,que existe apenas para aumentar a agressividade e o impulso sexual. Ou seja,homens são lagartos de pai e mãe e carteirinha.... É por isso que a organização prefere o “duvidoso” ao “incontrolável”.
Postar um comentário