quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Perguntas e Respostas



1.Por que se ensina a gramática?

O ensino da gramática faz-se necessário ao indivíduo,pois o mesmo terá a necessidade de lidar com os mais variados âmbitos sociais,nos quais a utilização da norma culta conta como critério determinante para o prestígio desta pessoa.


2. Para que se usa a gramática que é ensinada?


Complementando a minha resposta anterior, digo que a gramática é um poderoso instrumento de coerção social, portanto se o meu aluno quer ascender socialmente deverá ter em mente que alcançará o seu intento usando a norma culta e para isso ele precisará se dedicar muito aos estudos.


3. O que é ensinado nas aulas de língua portuguesa?


O enfoque sem dúvida recai sobre a morfologia e a sintaxe, mas o conteúdo lexical é pouco explorado, pois a demanda de vestibulares, concursos entre outros exige a sabedoria dos itens anteriormente mencionados,portanto é o que aprendemos desde o ensino fundamental.



4.Como é ensinado a gramática?


O ensino da gramática é caracterizado pela utilização de textos. Quanto à aplicabilidade do conteúdo, digo que é denominado como sendo uma perspectiva textual interativa.


5.O que é mais dificíl no ensino da gramática?


Desenvolver no aluno a aptidão textual envolvendo coesão e coerência, eliminar a utilização equivocada de elementos como: preposições conjunções e locuções conjuntivas e alguns advérdios e adjunto adverbial.


6. Qual o papel dos manuais de gramática? Como o professor vê o manual de gramática?


Aplicar às aulas de língua portuguesa, uma nítida prática gramaticalista, que na realidade mais confunde do que instrui o aluno, pois limita o pensamento deste,tolhe o desenvolvimento da sua competência lingüística. Professores como eu, procuram evitar o ensino puramente gramatical pois temos consciências que estamos formando os cidadãos de amanhã.


7. Que aspectos são considerados mais importantes na escolha de um livro didático?


Todo livro didático deverá possuir uma linguagem que esteja de acordo com a faixa etária proposta, pois torna o ensino da língua portuguesa mais clara e prazerosa. Além disso temos que atentar ao fato de que um bom livro deve estar sempre à par da atualidade de modo que os alunos sintam-se num prolongamento de seus respectivos universos culturais proporcionando-lhes a oportunidade da aquisição natural de conceitos,representações,enfim tudo que é novo.


8. Como deve ser usado o livro didático na sala de aula?


O livro didático é usado como o fio condutor que guiará professor e alunos para situações além do cotidiano, onde ambos enriqueceram suas competências. O professor, opera no papel de construtor do conhecimento, neste caso.


9. O que o professor prioriza no exercício de avaliação?


O professor aplicará exercícios de sintaxe.


10.Qual a opinião do professor sobre os cursos de formação de professores?


Tem que reestruturar! A melhora na formação de professores, ocorrerá basicamente com a modificação desses cursos de formação! Professores têm que ter visão interativa, não apenas a teórica ou prática. Deverá haver relação entre a teoria e a prática, entre o âmbito escolar e o âmbito universitário. As instituições de ensino superior tem que ter a consciência de que mesmo que trabalhem os dispositivos pedagógico-didáticos,é só no âmbito escolar/educativo que eles são postos em prática.


11. Qual a opinião do professor sobre os Parâmetros curriculares Nacionais ?


Os PCN não atuam como normas para a educação a sua utilização pelas instituições educacionais é opcional. E esta situação gera impasses. Os PCN não criam problemas operacionais graves para instituições que não possuem condições estruturais e de recursos humanos, porém, as Secretarias de Educação do país todo pecam pela insegurança,dado que sentem-se pouco pressionadas a afinarem com suas orientações, tomando as providências cabíveis e necessárias para a melhoria na educação.



  • Baseado em um tema de trabalho para o campo de Linguística Aplicada,do curso universitário de Letras,formulado por mim.
Postar um comentário